Artigos › 28/10/2019

A importantíssima virtude da gratidão

shutterstock-1388808398

No capítulo 17 do Evangelho de São Lucas encontramos a passagem na qual Jesus cura dez leprosos. A narração mostra que, a caminho de Jerusalém, eles foram ao encontro de Jesus e pediram: “‘Jesus, Mestre, tem compaixão de nós!’

Jesus viu-os e disse: ‘Ide, mostrai-vos ao sacerdote’. E, quando eles iam andando, ficaram curados. Um deles, vendo-se curado, voltou, glorificando a Deus em alta voz. Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradecia. E era um samaritano. Jesus lhe disse: ‘Não ficaram curados todos os dez? Onde estão os outros nove? Não se achou senão este estrangeiro que voltasse para agradecer a Deus?’ E acrescentou: ‘Levanta-te e vai, tua fé te salvou’.” (Lucas 17, 13-19).

Quantas vezes em nossa vida nos comportamos como os outros nove leprosos. Pediram pela graça e alcançaram aquilo que desejavam. Porém, não reconheceram a ação de Deus em suas vidas. Muitas vezes somos rápidos para pedir a Deus. Dependendo da nossa necessidade e da nossa urgência, fazemos promessas, rezamos novenas, pedimos que nossos amigos façam orações por nós. Mas depois que alcançamos a graça, seguimos nossa vida como se tudo o que aconteceu não tivesse sido por obra da misericórdia de Deus.

Jesus mesmo ensinou que Deus ouve a nossa oração e deseja atender nossos pedidos. “Pedi e recebereis. Buscai e achareis. Batei e vos será aberto. Porque todo aquele que pede, recebe. Quem busca, acha. A quem bate, se abrirá” (Mateus 7, 7-8).

E Deus quer mesmo que recorramos a Ele em nossas necessidades. E se formos pensar bem, tudo nos é dado por sua bondade e por seu amor, “porque é Ele quem dá a todos a vida, a respiração e todas as coisas” (Atos 17, 25).

Se temos o costume de agradecer às pessoas que nos ajudam, porque não cultivar também a gratidão a Deus. Não que Ele precise disso, mas como bem disse são João da Cruz “amor só se paga com amor”. E agradecer nos torna mais humildes, nos santifica, nos engrandece e nos torna cada vez mais dependentes de Deus.

Peçamos a Deus as graças que vão nos tornar pessoas melhores, e nunca nos esqueçamos de agradecer.

Na primeira carta aos Tessalonicenses São Paulo nos falou sobre a importância de agradecer. “Por tudo dai graças, pois esta é a vontade de Deus a vosso respeito, em Cristo Jesus” (1Ts 5,18). E na carta aos Colossenses, ele também exortou dizendo “Perseverai na oração, vigilantes, com ação de graças (Cl 4,2).

Via Aleteia

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *