Diocese de Viana

(98) 3351-1174

Notícias › 17/03/2020

Arquidioceses e dioceses brasileiras adotam medidas para prevenir transmissão da Covid-19

Coronav-rus-1200x762-c

Desde que a Covid-19 começou a circular especialistas vêm alertando sobre a importância dos procedimentos básicos de higiene que cada pessoa deve tomar. E os cuidados devem começar pelo simples ato de lavar as mãos com sabão, da forma correta e muitas vezes durante o dia. Além da utilização de álcool gel. Atitudes como essas são uma forma de cuidar uns dos outros, como propõe a Campanha da Fraternidade 2020, cujo tema é “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e o lema fala do cuidado.

Por todo país, as 45 arquidioceses e 217 dioceses têm adotado medidas para prevenir a contaminação e transmissão do coronavírus como forma de evitar que muita gente fique doente ao mesmo tempo e sobrecarregue os hospitais.

Em Belo Horizonte (MG), o arcebispo metropolitano e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) dom Walmor Oliveira de Azevedo, emitiu um comunicado específico para sua arquidiocese com 11 medidas a serem tomadas pelos padres e fieis da região como:

1) No âmbito de nossos vicariatos, regiões episcopais, foranias, paróquias e outras instâncias eclesiais, suspender, por quinze dias, a realização de encontros, assembleias, seminários e outros eventos que contribuam para aglomerar pessoas. Havendo possibilidade, remarcar atividades já previstas.

2) Nas comunidades de fé e em outros ambientes eclesiais, redobrar os cuidados com a limpeza e facilitar para que os fiéis tenham acesso a álcool em gel.

3) Idosos e enfermos ficam desobrigados do compromisso cristão católico de participar das Missas semanais. Poderão permanecer em comunhão e unidos à comunidade de fé a partir das celebrações transmitidas pela Rede Catedral de Comunicação Católica – TV Horizonte e Rádio América.

O comunicado também foi gravado em áudio e está circulando pelas redes sociais como se fosse recomendação da CNBB. Cabe ressaltar que “as recomendações do áudio se restringem à arquidiocese de BH”, diz a nota.

No dia 14 de março, a conferência emitiu uma nota “Tempos de esperança e solidariedade” que pede a população que observe de forma irrestrita às orientações médico-sanitárias e autoridades competentes.

“A mensagem reconhece que algumas restrições mexem com o jeito dos católicos conviver e celebrar, contudo pede que as orientações sanitárias e de saúde sejam acolhidas como uma contribuição tendo em vista o bem de todos. O tempo, segundo o documento, é de intensificar a oração, elevando os corações ao Deus da vida, no acolhimento de sua Palavra e por uma vivência de renúncias neste tempo Quaresmal”.

No regional Sul 2 da CNBB, que compreende o estado do Paraná, os bispos da região publicaram uma nota com recomendações e medidas às paróquias e comunidades a fim de evitar situações que possibilitem o contágio do novo Coronavírus, que tem alarmado o mundo.

* Evitar o aperto de mãos durante a acolhida aos fiéis;
* Não dar as mãos durante a oração do Pai nosso;
* Omitir o abraço da paz;
* Distribuir a comunhão somente sob uma espécie, exclusivamente, na mão, garantindo que o fiel comungue diante do ministro;
* No centro-oeste, a arquidiocese de Goiânia (GO) suspendeu todos os eventos envolvendo aglomeração de fiéis, reuniões, encontros, retiros e formações e determinou aos párocos que não realizem celebrações em lugares fechados com grande número de fiéis.

Além disso, recomendou que fiéis com mais de 60 anos e aqueles que têm doenças crônicas ou estejam em algum tratamento de saúde evitem participar de celebrações nos templos, permanecendo em oração em suas casas, ficando dispensados de ir à missa dominical neste período como prevê o cânon 1246 até 1248 & 2º.

“Que todos ofereçam esta ausência temporária como um sacrifício ao Senhor”, destaca a nota.

Na região norte, as quatro arquidioceses e três dioceses também emitiram comunicado aos fiéis com orientações de prevenção ao coronavírus. Em Manaus, os grandes eventos e procissões foram cancelados, incluindo a festa de São José, celebrada dia 19 de março, que teria missa campal. Em Macapá, a festa também foi suspensa. Haverá apenas missa na Catedral da cidade em três horários: 7h30, 10h e 19h.

De acordo com o Ministério da Saúde, no boletim divulgado na noite deste domingo, 15 de março, já são 200 os casos registrados do novo coronavírus no Brasil. Os casos suspeitos chegam a 1.913 pacientes espalhados por todos os estados do país e o Distrito Federal. Até agora 1.486 casos foram descartados.

Segundo o ministério, até o momento, o estado de São Paulo é o que registra mais pessoas infectadas, com 136 confirmados e outros 1.125 suspeitos. Na sequência, o Rio de Janeiro tem 24 casos e 95 suspeitos, o Distrito Federal com oito confirmados e 81 suspeitos, Paraná com seis casos e 80 suspeitos, Rio Grande do Sul também regista seis casos e 66 suspeitos e Santa Catarina que tem seis casos confirmados e 102 pessoas com suspeita da doença.

Confira os últimos boletins do Ministério da Saúde aqui.

Via CNBB

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.