Notícias › 22/08/2019

Assim o Papa reagiu quando uma menina interrompeu sua catequese

Papa-Francisco-Audiencia-Nina-Daniel-Ibanez-ACI-21082019

Durante a Audiência Geral de quarta-feira, 21 de agosto, na Sala Paulo VI do Vaticano, uma menina com uma doença subiu espontaneamente no palco de onde o Papa Francisco estava falando e interrompeu sua catequese.

O Papa estava explicando sobre a nova modalidade de relacionamento entre os discípulos de Cristo, fruto da comunhão da comunidade cristã, quando a menina se aproximou primeiro a um Guarda Suíço e, depois, ao próprio Santo Padre para lhe estender a mão.

O Papa, longe de se surpreender, fez um gesto aos responsáveis da segurança para que não a impedissem de estar ali, e depois, disse: “Deixe-a tranquila. Deus fala através das crianças. Deixe-a, deixe-a”. Essas palavras provocaram o aplauso generalizado de todos os presentes na Sala.

Assim, a menina ficou correndo e brincando diante do Papa durante toda a catequese e ele de vez em quando a olhava por causa da imprevisibilidade da criança.

Somente quando a catequese terminou, antes das saudações por idiomas aos fiéis presentes na Sala, a responsável da menina conseguiu convencê-la a descer do palco, embora, depois, ela tenha tentado subir novamente, mas não conseguiu.

No final da audiência, antes de se despedir dos fiéis, o Papa quis refletir sobre o incidente. “Todos nós vimos esta menina tão bela, é bela, porque é bela. Pobrezinha, é vítima de uma doença e não sabe oque faz. Eu pergunto uma coisa, mas cada um responde no seu coração: eu rezei por ela? Vendo-a, eu rezei para que o Senhor a cure, a proteja? Rezei pelos seus pais e a sua família?”.

“Sempre que vemos alguma pessoa que sofre, devemos rezar. Que esta situação nos ajude sempre a fazer esta pergunta: eu rezei por esta pessoa que eu vi, que se percebe que sofre?”.

Via ACI Digital

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *