Diocese de Viana

(98) 3351-1174

Artigos › 28/10/2020

Como posso me defender dos ataques do diabo?

web3-01-saint-anthony-torment-picture-pd

Você pode até não perceber, mas os ataques do diabo acontecem. E São Paulo nos alertou sobre isso em sua carta aos Efésios. Diz ele:

“Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares” (Efésios 6,12).
Dessa forma, São Paulo admite que, muitas vezes, somos atacados por espíritos demoníacos e precisamos estar prontos para combatê-los.

Embora a guerra espiritual possa parecer assustadora para alguns, a boa notícia é que nossa força não vem de nós mesmos, mas de Jesus Cristo. Portanto, só Deus pode nos assegurar a vitória. Por outro lado, se deixados por nossa própria conta, certamente cairíamos.

Como se defender dos ataques do diabo

Os exorcistas recomendam várias maneiras de se defender dos ataques do diabo. Uma das formas, por exemplo, é frequentar os sacramentos da confissão e da Eucaristia.

A maneira mais comum pela qual um demônio pode nos ferir é por meio de um estado habitual de pecado mortal. Assim, quanto mais nos distanciamos de Deus por meio do pecado, mais suscetíveis somos aos ataques do diabo. Até o pecado venial pode destruir nosso relacionamento com Deus e pode nos expor aos avanços do inimigo.

A confissão, então, é a principal forma de pôr fim à nossa vida de pecado e começar um novo caminho. Não é por acaso que o diabo tentou implacavelmente afastar São João Vianney de ouvir as confissões de pecadores endurecidos. Vianney sabia que um grande pecador viria à cidade se o diabo o assediasse na noite anterior. A confissão tem tanto poder e graça que o diabo foge de uma pessoa que frequenta esse sacramento.

Junto com a confissão, o sacramento da Sagrada Eucaristia é ainda mais poderoso para afastar a influência do demônio. Isso faz todo o sentido, pois a Sagrada Eucaristia é a presença real de Jesus Cristo e os demônios têm poder absolutamente zero diante do próprio Deus.

Oração para afastar o demônio

Outra forma de se proteger de ataques do diabo é tornar a oração um hábito e manter uma vida de oração consistente. Isso coloca a pessoa em um estado diário de graça e relacionamento com Deus. Uma pessoa que conversa regularmente com Deus nunca deve ter medo do diabo.

Satanás e seus lacaios podem parecer assustadores para nós, e as trevas do mundo muitas vezes podem nos levar à ansiedade. No entanto, se nos apegarmos a Deus, não temos nada a temer.

Via Aleteia

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.