Palavra do Pastor
  • A+
  • a-

CEBs Nacional

CARTA DA AMPLIADA NACIONAL DAS CEBs AO POVO DE DEUS

Janeiro de 2017

 

“Cada cristão e cada comunidade há de discernir qual é o caminho que o Senhor lhe pede, mas todos somos convidados a aceitar este chamado: sair da própria comodidade e ter a coragem de alcançar todas as periferias que precisam da luz do Evangelho” (Papa Francisco, Evangelii Gaudium, n. 20)

 

 Reunida nos dias 27 a 29 de janeiro de 2017 em Londrina-PR, a Ampliada Nacional das Comunidades Eclesiais de Base deu continuidade à sua articulação em preparação ao 14º Encontro Intereclesial. Contamos com apoio e presença de dom Manoel João Francisco, bispo de Cornélio Procópio, bispo referencial do Regional Sul II (Paraná) e atualmente Administrador Apostólico da Arquidiocese de Londrina. Também dom Giovane Pereira de Melo, bispo referencial do Setor CEBs na Comissão para o laicato da CNBB e de dom Mosé João Pontelo, bispo de Cruzeiro do Sul (Acre) e bispo referencial das CEBs do Regional Noroeste fortaleceram com sua presença esse encontro.

Dois Seminários antecederam a reunião da Ampliada: um sobre Comunicação e outro para assessoras/es da caminhada. No primeiro ressaltou-se a importância da arte, cultura e música como expressões visíveis e vivas das CEBs. No segundo seminário, refletimos sobre a necessidade de ir buscarmos alternativas para uma sociedade de partilha, sem concentração, uma cultura urbana respeitosa à Casa Comum e uma Igreja em saída.

            A Ampliada mostrou-se extremamente preocupada com o momento histórico que estamos vivendo, nacional e internacionalmente. A dramática expansão da pobreza, a inescrupulosa e egoísta apropriação da generosa oferta do Planeta por poucos e o vergonhoso tratamento dado à “verdade”, lançam desafios para todas/os as/os cristãs/ãos e especialmente para nossas comunidades. A palavra “pós-verdade” apareceu na mídia para justificar que qualquer interpretação, mesmo que falsa, fosse reconhecida como “verdade”.

            Depois de horas de trabalho, o Intereclesial começa a mostrar sua forma. Cuidados especiais receberam a recepção das delegações e as temáticas que serão tratadas nas miniplenárias. O texto-base e o cancioneiro (livro de cantos) foram distribuídos. O Jornal A Caminho e uma página na Internet (www.cebsdobrasil.com.br) visam socializar notícias, informações e reflexões. Com estes instrumentos, as comunidades espalhadas por todos os 18 regionais podem dar continuidade às suas reflexões sobre o tema “CEBs e os desafios no mundo urbano”.

Somos impelidas/os a juntas/os construir o jeito de ser Igreja próprio às comunidades de base, fiéis ao espírito das bem-aventuranças: uma Igreja com protagonismo laical, servidora e samaritana no meio do povo. É esse o modo de vida que Jesus nos propõe em seu discurso programático, como bem nos lembrou dom Manoel na celebração que presidiu na catedral de Londrina.

Diante da profecia que diz: “Eu vi e ouvi os clamores do povo e desci para libertá-lo”, sejamos os braços que o Senhor necessita para ajudar a ceifar a messe!