Artigos › 27/02/2018

Seminário São Bonifácio

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2018

 

A Campanha da Fraternidade (CF) deste ano de 2018, iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), propõem uma reflexão extremamente importante para realidade à qual o País está inserido. Traz como tema: Fraternidade e superação da violência e o lema: “Em Cristo somos todos irmãos”. A finalidade é incitar em toda a população, um olhar sincero para a violência nos seus mais variados aspectos, buscando solucioná-los.

O referido tema deste ano, retrata uma realidade extremamente presente na sociedade do Brasil. Marcado por uma grande sensação de insegurança, sendo o 11° país mais inseguro do mundo e possuindo um índice de 28,9 homicídios a cada 100 mil habitantes. Sabendo disso, o tema da CF caracteriza-se como um importante aliado para promover uma maior reflexão das autoridades sobre o assunto, objetivando a criação de políticas públicas eficazes no combate a esta problemática.

“Construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da palavra de Deus, como caminhos de superação da violência”, este é o objetivo geral da campanha, um retrato preciso da preocupação da Igreja com toda as consequências que a violência causa a sociedade como um todo. A mesma, Instituição incentivadora da paz, procura valorizar espaços fundamentais para a formação de bons cidadãos: “Escola e Família”, locais atualmente negligenciados pelo poder público, ocasionando um aumento da desigualdade social e da violência.

O tema da segurança pública, evidencia-se como ponto chave, pois a população em geral vive imersa em vulnerabilidade, deflagrada em um medo coletivo e revoltada pela existência de inumeráveis casos de corrupção. Com isso, um dos objetivos específicos da CF, busca: “apoiar os centros de direitos humanos, comissões de justiça e paz, conselhos partidários de direitos e organizações da sociedade civil que trabalham para superação da violência”.

Com estas propostas de incentivo, a Campanha da Fraternidade ajuda todos a lutarem por uma mudança de comportamento, levando os cidadãos a buscarem uma sociedade mais digna e ética. Sociedade esta, que almeja uma cultura de paz e amor, que abomine qualquer tipo de agressão a pessoa humana, e que se preocupe sempre em difundir valores morais de respeito ao próximo.

Portanto, a Igreja convida os cidadãos a lutarem contra essa difícil realidade, e estimula-os a acreditar que a violência pode ser superada em todos os seus âmbitos, através da responsabilidade de construir um reino de verdade, graça, amor, paz e justiça. Busca, assim, o bem comum, indo ao encontro daqueles que por conta dos atos violentos, estão marcados por estes sinais de destruição. Dessa forma, visa levar a luz da esperança, através de sua ação evangelizadora e libertadora, que como mãe, quer acolher os seus filhos feridos pelo sofrimento, “pois Jesus disse que somos todos irmãos”. (Mt 23,8).

 

Matheus Silva Gomes

Seminarista – 2º Ano de Filosofia

Jose Raimundo Mendes Bastos Junior

Seminarista – 1º Ano de Filosofia

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *