Palavra do Pastor
  • A+
  • a-

Novo Papa

Por ocasião da Eleição do Novo Papa, vale trazer à tona uma frase de Santo Agostinho: "Quem deve governar a todos, não deveria ser eleito por todos?". O Santo sabe o que diz, ele foi escolhido pelo povo e aceitou ser bispo para satistazer a mente e o coração da comunidade, a quem ele serviu com esmero. Quem sabe a renúncia do Papa Bento XVI não está favorecendo uma nova maneira de escolher o sucessor de Pedro, com participação de seus pares, pelo menos, já que a sua missão como Vigário de Cristo vai além da diocese de Roma. Uma consulta às Conferências ou aos síngulos bispos revelaria a mente e o coração do episcopado e porque não dizer da Igreja toda. Os Cardeais continuariam elegendo o Santo Padre, a partir de uma lista Tríplice ou mesmo fora dela, mas já seria uma inovação sem par e uma demonstração de colegialidade verdadeiramente eclesial e de uma corresponsabilidade que comprometeria a todos na nova condução do Rebanho do Senhor, disperso pelo mundo inteiro e congregado num só coração e numa só alma, visibilizado pelo Novo Papa. Deixemos nos conduzir pelo Espírito.