Diocese de Viana

(98) 3351-1174

Seminário São Bonifácio

Quando o Seminário Santo Antônio do Regional Nordeste V fechou, no início do segundo milênio da cristandade, todas as dioceses do Maranhão tiveram que construir a própria casa de formação. O então bispo da Diocese de Viana, Dom Xavier Gilles, também foi em busca de uma casa e um terreno, que não fosse muito longe do Instituto de Estudos Superiores do Maranhão (IESMA); encontrou uma antiga casa e uma boa extensão de terra no Canto da Fabril em São Luís.

Por volta dos primeiros anos de 2000, começou a procura de benfeitores e patrocinadores que pudessem ajudar na construção; a Providência foi ao encontro do projeto do novo Seminário maior da Diocese de Viana.

Dom Xavier dedicou a casa de formação a São Bonifácio Bispo e Mártir, devido à presença na diocese de uma antiga imagem do santo apostolo da Alemanha, que foi levada à baixada pelos primeiros missionários jesuítas, que em 1757 fundaram a aldeia de Nossa Senhora da Conceição do Maracu.

As portas do novo seminário se abriram no final do ano de 2005, sendo reitor o padre George Luís Amaral Muniz e com a presença de jovens seminaristas, provenientes da Diocese de Viana e da Diocese de Zé Doca. A casa de formação funcionou até o ano de 2009, quando o reitor foi estudar em Roma e o prédio foi alugado à uma universidade particular.  A partir de então os seminaristas foram enviados em vários seminários no Brasil. O segundo reitor foi padre Paolo Boumis, fidei donum da Diocese de Roma, Itália. Com padre Paolo, os seminaristas de Viana, unidos aos seminaristas da Diocese de Bacabal, foram morar na casa de formação deles, no bairro do Felipinho. O bispo Dom Sebastião Lima Duarte nomeou como reitor o padre Delcimar de França Silva. O seminário se transferiu no bairro Sá Viana, alugando a casa de formação da Diocese de Carolina, pra depois ir numa casa em frente ao IESMA, no Centro. Após dois anos, o padre Reitor foi nomeado pároco, e os seminaristas ficaram sozinhos na casa; quase todos os vocacionados desistiram da caminhada e voltaram para suas casas. No começo do ano 2015, o Bispo manifestou a necessidade de nomear um novo reitor. Padre Giuseppe Luigi Spiga, fidei donum da Diocese de Cagliari, Itália, assumiu a formação dos seminaristas e a pastoral vocacional na Diocese. Para fazer conhecer as paroquias aos seminaristas e os seminaristas ao povo de Deus da Diocese, o reitor e os seis seminaristas visitaram nos fins de semana as 27 paróquias, conseguindo encontrar muitos jovens e aproximando o seminário ao território diocesano. No dia 26 de outubro 2016, o seminário voltou ao prédio do Canto da Fabril.

Aos 30 de março de 2020 se completaram os primeiros 15 anos deste Seminário. Aos poucos, o número dos seminaristas foi crescendo; até a Páscoa de 2020, dos três diáconos ordenados, um foi ordenado padre para a nossa Diocese.

Texto: Pe. Giuseppe Luigi Spiga, Reitor

Reitor Pe. Giuseppe Luigi Spiga

Rua: Senador João Pedro – São Luís do Maranhão
Tel: (98) 897222733
E-mail: seminario@diocesedeviana.org.br

Os anos de seminário são sempre vividos com experiências diferentes, com novos projetos, metas e também com novos desafios.  Iniciamos nosso ano formativo com um retiro espiritual pregado pelo reverendo pe. Clemilton Morais, reitor do seminário maior Santo Antônio da arquidiocese de São Luís, a qual foi uma bela e profundo crescimento integral espiritual para bem começarmos nossa caminhada neste ano de 2020.

Como todos os anos também, o seminário sempre se reconstroi com novos iniciantes e também com aqueles que perseveram e alcançam as novas e importantes etapas da formação no curso de filosofia e teologia. Hoje nossa comunidade é composta por 14 seminaristas, 10 que estão no seminário menor, três que estão na etapa de formação propedêutica, no seminário menor São João Maria Vianney da arquidiocese de São Luís, e, também, o seminarista Danrley Ferreira que está cursando teologia em Belo Horizonte.

Como todos os anos vivenciamos a quaresma, um tempo que a Igreja nos convida a nos voltarmos a prática constante da oração e do silêncio. Devido as situações delicadas que estão acontecendo atualmente, nossa páscoa esse ano vivenciada de maneira diferente dos anos anteriores, o qual celebrávamos nas paroquias de nossa diocese, celebramos o tríduo pascal em nosso próprio seminário pela primeira vez juntamente com o nosso reitor.

Tivemos também a graça de festejarmos também importantes momentos como o aniversário de 15 anos da nossa casa de formação, aproveitamos da mesma forma para lembrar de todos os formadores e seminaristas hoje padres que passaram pelo nosso seminário. Festejamos também a festa do bom pastor, para assim não só celebrar mas, conhecer com mais plenitude o carisma do padre diocesano que é o chamado a servir com a amor e doação como o cristo bom pastor.

 

Autor: Mateus Gomes

Vocação: chamado de Deus, resposta da gente

Desde o início da minha vocação teve uma passagem bíblica dentre as muitas, que sempre me acompanhou, “fiel é aquEle cuja promessa esperamos” (Hb 10,23), essa afirmação me convencia que eu podia vacilar, cair, fracassar, ser infiel, mas o Senhor, Ele nunca, porque a fidelidade está na sua essência. Mesmo quando eu duvidava, lá no fundo do meu coração tinha algo que me dizia “Ele é fiel, Ele tem uma promessa para realizar na tua vida”, isso me enchia de esperança e me dava alento para avançar um pouco mais nas águas profundas da vocação.

Já se passaram alguns anos em que decidi dar um sim ao chamado do Senhor na minha vida. Ainda lembro do dia em que saí de casa rumo ao Seminário, das lagrimas de minha mãe cheias de bênçãos e esperanças para minha felicidade, assim como o silêncio fecundo de meu pai, naquele 15 de outubro de 2012. Desde aquele dia foram muitos os desafios, as tempestades, mas eu tinha uma certeza o Senhor é fiel, a partir dali, Ele se apresentou para mim além de fiel, como sendo misericórdia, e se eu tivesse que definir Deus durante o meu percurso seminarístico, misericórdia seria a palavra, porque eu vi a sua misericórdia agir na minha miserabilidade, tudo em vista de uma promessa.

Hoje me permito relar parte de minha história passada, e me encho de gratidão a Deus pela grandeza de sua graça que foi se revelando na minha pequenez, pequenez em todos os sentidos.

Durante meu processo formativo no seminário vive muitos desafios que poderiam me fazer desistir, como muitos desistiram, mas aqui estou, com a plena consciência que não é mérito só meu e de que “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus” (Rm 8,28). Apesar dos inúmeros desafios, também foram muitos marcos positivos que me enriqueceram muito e me fizeram crescer na vocação ano após ano.

Os anos foram se passando e a cada dia eu renovava e ainda renovo minha esperança na certeza do cumprimento da promessa de Deus para minha vida, e que estava e está cada vez mais perto. De repente se passaram mais de sete anos e já sou diácono desde o dia 18 de março de 2020, para maior glória de Deus, para o serviço dEle e de sua Igreja, e logo logo, em um pouco mais de tempo serei sacerdote.

Tão longe já esteve e hoje está tão perto. Se me perguntassem o que eu sinto agora, além de alegria, eu diria medo e esperança, essas duas palavras sempre me acompanharam e me fizeram equilibrar as coisas na minha vida. O medo me deu motivos para buscar ser forte e corajoso, a esperança me deu razões para não desanimar. Aprendi que a esperança não é só esperar como muitos pensam, mas é esperançar, é fazer acontecer aquilo se espera.

Por fim, mediante tudo o que fora dito, acredito que a vocação é um ato de amor que nasce da liberdade. Na verdade estou convencido de que a vocação é uma via de mão dupla onde o amor e a liberdade se encontram. O amor e a liberdade de Deus que chama e a resposta de amor e liberdade do homem a Deus. Minha resposta livre nasceu do chamado de Deus para mim e do meu desejo em querer ser padre. EU QUERO SER PADRE.

 

Diác. Francinaldo Silva dos Santos.

 

 

SEMINARISTAS CELEBRAM O DIA DO BOM PASTOR

Todos os anos a igreja celebra o dia mundial de oração pelas vocações, nesse mesmo dia é celebrado o carisma do Bom Pastor.

Mesmo com toda a situação difícil ocasionada pelo coronavirus, o Seminário Maior São Bonifácio realizou uma grande festa (internamente) nesta ocasião.

A figura do Bom Pastor representa o carisma do Padre Diocesano, de maneira que seguindo os passos do Cristo, sacerdote e pastor por excelência, o presbítero diocesano vive com empenho sua missão de serviço e doação ao povo de Deus.

Por isso, os seminaristas, juntamente com o reitor, preparam um tríduo iniciado no dia 30 (quinta feira) até a ocasião da grande festa no domingo (dia 03). Ademais, na noite de sábado, também organizaram uma noite cultural, a fim de festejarem essa data tão importante.

Assim, que neste dia em que celebramos o Bom Pastor e o 57° dia mundial de oração pelas vocações, o Senhor da messe e pastor do rebanho venha abençoar todos os padres que inspiram o seu ministério na figura do Cristo Bom Pastor, e infundir em mais corações o chamado a uma vida de doação total e compromisso com o Reino.

Seminarista Junior Bastos.

Notícias

INICIO DO ANO DE FORMAÇÃO NO SEMINÁRIO SÃO BONIFÁCIO

Dia 25 de janeiro abriu as portas o nosso seminário maior, para começar o novo ano. Neste 2021 teremos no total 18 jovens no caminho de formação ao ministério presbiteral. No seminário São Bonifácio em São Luís serão doze, acompanhados pelo reitor. Dois em experiência pastoral em diferentes paroquias da diocese de Viana e quatro [...]

Calendário dos Encontros Vocacionais de 2018

Neste ano 2018 a proposta de pastoral vocacional terá duas modalidades e refletindo sobre o tema: “Escutar, discernir e viver o chamada do Senhor” o titulo extraído da mensagem do Santo Padre Papa Francisco em ocasião do 55º Dia mundial de oração pelas vocações que acontecerá no IV domingo da Páscoa (domingo do Bom Pastor) [...]

Abertura do ano acadêmico e seminarista de 2018

Na segunda-feira (29 de janeiro, 2018) na Igreja de Santo Antônio, Centro, São Luís, o arcebispo metropolitano Dom José Belizário celebrou a Santa Missa de abertura do ano acadêmico do Instituto de Estudos Superiores do Maranhão – IESMA, também estavam presentes os reitores dos seminários e alguns bispos do Regional Nordeste V. Os seminaristas e [...]

Fotos dos seminaristas

REITOR GIUSEPPE LUIGI SPIGA CAGLIARI, ITALIA   DANRLEY FERREIRA ARAUJO/ PARÓQUIA SANTO ANTONIO/ SANTA INES. COM. SANTA LUZIA. II  ANO TEOLOGIA   WERBESON COSTA. PAROQUIA N. SENHORA DA CONCEIÇÃO. BELA VISTA DO MARANHÃO. II ANO  TEOLOGIA   MATHEUS SILVA GOMES PAROQUIA SÃO BENEDITO/CAJARI COM. SÃO FRANCISCO DE ASSIS, GAMELERA. I  ANO TEOLOGIA   JAILSON DE [...]