Palavra do Pastor
  • A+
  • a-

Alegremo-nos no Senhor!!!

Pe. Gabriele Marchesi é bispo

A Diocese de Viana se alegra, pois o Papa Bento XVI nomeou neste dia de hoje, 21 de fevereiro de 2013, o Pe. Gabriele Marchesi como bispo de Floresta (PE). A ação do Espírito anteriormente presente no desejo do Santo Padre, se manifestou a nós no momento em que o Clero da diocese está vivendo a  experiência fecunda do cenáculo, está em retiro espiritual orientado por Dom Vicente Zico, arcebispo emérito de Belem-PA.
Ao sabermos da Boa Notícia, dada pelo próprio, agora Monsenhor Gabriele Marchesi, ninquem se conteve e o ímpeto moveu nossas mãos, numa salva de palmas bem forte e expressiva do jubilo que a todos envolveu, logo após a oração pós-comunhão, caminhando rumo ao envio da celebração Eucarística. Em seguida cantamos:  “Iubilate Deo, omnis terra...in letitia”, rompendo até mesmo a penitencia Quaresmal com o “aleluia, aleluia in letitia”. Tanta foi a nossa alegria, o nosso jubilo. Deus seja louvado pelos grandes feitos realizados em nós, entre nós e através de nós.
O Mons. Gabriele Marchesi é nosso Coordenador Diocesano de Pastoral, meu Vigário Episcopal para Área dos Lagos e pároco da Paróquia São Pedro Apóstolo e Nossa Senhora do Rosário, em Pedro do Rosário. Faz parte da coodenação Regional de CEB’s e está envolvido na preparação do Interteclesial. Estava se empenhando para construir uma belíssima igreja paroquial, que ainda nem foi iniciada, e o Senhor o convocou para continuar a construir uma outra Igreja, já iniciada, mas ainda em construção.
A Igreja pediu a ele mais um serviço, agora como sucessor dos Apóstolos. Certa vez brincando com ele eu dizia, cuidado Gabriele, na minha terra tem um ditado que diz: “Quando meu mal for velho, de alguém será novo”. Chegou, no tempo certo, no tempo de Deus. Por isso, rogo ao Senhor que o chamou à vida, a ser cristão, ao ministério ordenado, a ser missionário ‘ fidei donum’  e agora ao episcopado que o cumule de todas as graças necessária para pastorear, santificar e ensinar o rebanho que é Seu, mas que confiou a ele como dispensador em plenitude, das multiformes graças.
Que desça dos céus, como as chuvas que caem no Maranhão neste tempo, as muitas bênçãos e que sejam verdadeiramente copiosas.

Dom Sebastião Lima Duarte,
bispo da Diocese de Viana